quarta-feira, março 08, 2006

Atirando o maniqueísmo às urtigas

Não há pessoas boas ou pessoas más. Há pessoas sobretudo boas mas facilmente corrompíveis, e outras sobretudo más por mera necessidade e circunstância.

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home