quarta-feira, abril 05, 2006

Alegrias matinais

Apesar de o trajecto da porta do elevador até à rua ser curto, e de eu o percorrer com passadas largas, ainda assim a minha porteira tem tempo de me dar conselhos sobre a vida e como vivê-la. “Não se esqueça que há sempre alguém que pensa em nós, mesmo quando nós não pensamos nessa pessoa”. Ou (a minha preferida): “Esta vidinha vem-se e vai-se num instante”. É o meu momento “previsões da Maya” do dia.

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home