quarta-feira, março 01, 2006

Peseiro contra-ataca

O ex-treinador do Sporting quebrou ontem um jejum de quatro meses numa entrevista exclusiva na Sport TV. Fiquei a saber, entre muitas outras coisas, que tudo o que aconteceu a este homem foi fruto de "planos maquiavélicos" (6 vezes), "visões economicistas do futebol" (2 vezes), "dogmas", "falta de confiança num projecto", "críticas mordazes" (3 vezes) e "certos desentendimentos com os capitões de equipa".

Quatro meses de silêncio mediático a ler os resumos que a mulher lhe faz dos livros mais importantes, quatro meses a aprender palavras novas, quatro meses sem tempo para aprender as regras mais básicas de concordância, e ainda assim Peseiro contra-atacou com agilidade o anémico e tísico entrevistador, fazendo jus ao epíteto oficioso de "treinador do futebol bom e bonito". Homens como Peseiro fazem muita falta ao futebol nacional e aos programas da Bárbara Guimarães sobre o uso correcto da língua portuguesa.

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home