quarta-feira, maio 10, 2006

Divergências irreconciliáveis

A razão pela qual é sempre mau começar uma conversa com uma referência ao apelido do interlocutor tornou-se óbvia para mim há uns tempos. Na minha turma da faculdade havia uma brasileira que se chamava Réjane da Holanda. Perguntei-lhe se era da família do Chico Buarque, ao que ela me respondeu com um expressivo "Ué?", seguido de "E você? É da família daquele jogador de futebol argentino?".

A conversa ficou por ali.

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home