terça-feira, agosto 01, 2006

All families are psychotic

Em todas as famílias há episódios que dariam um enredo rocambolesco para um filme do Woody Allen, desde as obsessões mais ou menos subliminares de cada um às idiossincrasias comuns a todos.

A família cria os seus hábitos, as suas rotinas, as suas private jokes, e qualquer desvio a essas normas é geralmente visto como uma traição ao clã. Frases como "sempre foi assim" ou "é costume nesta casa fazer-se isto" referem-se a tradições que, mesmo não sendo originais, são as tradições específicas daquela família. As situações de desconforto surgem quando alguém sugere a mudança de um hábito ou decide revelar algo incómodo. Mas a família não lida bem com esse tipo de revelações, pois elas sugerem, antes de mais, uma brecha na fortaleza, um ponto de ruptura na unanimidade.

A existência de segredos é, pois, necessária para garantir as tradições de uma família. Uma família sem segredos não é uma família: é, quanto muito, uma comunidade de hippies. E todas as famílias são psicóticas porque em todas as famílias há segredos.

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home